10 lugares do mundo que pagam para você morar lá

Aí uma dica boa pra quem deseja sair do Brasil e ainda lucrar uma grana mensal. Conheça as 10 cidades pelo mundo que oferecem incentivos e moradia para quem morar lá.

1 – Ponga (Espanha)

ponga

Provavelmente você nunca ouviu falar dessa cidade, pois quase não há habitantes nela. O governo espanhol tem uma política de “repovoamento” e paga até € 3 mil para viver nele. Não parece ruim, não é? Mas detalhe: somente para casais.

2- New Haven (EUA)

new-haven-eua

A pequena New Haven viveu uma epidemia de crack em meados dos anos 80 e início dos anos 90. A cidade foi tomada por usuários, moradores de ruas e violência, o que fez com que quase toda a população deixasse o país.

Hoje a cidade, que abriga a renomada Universidade de Yale, oferece cerca de US$ 9 mil para pessoas de fora morarem lá por cerca de cincos. Saiba mais em renewhavenct.com.

3 – Alaska (Estados Unidos)

alaska

As condições meteorológicas são tão duras que o Estado oferece US$ 2.000 por mês para aqueles que vivem lá, pelo menos por um ano. No inverno a temperatura pode chegar a -50ºC. Saiba mais o programa: pfd.alaska.gov.

4- Saskatchewan (Canadá)

saskatchewan-canada

A província dispõe de € 13 mil para estrangeiros que queiram morar no Canadá. Requisitos: ser recém-formado, comprovar a proficiência no inglês e ficar na cidade por sete anos. O mais difícil, sem dúvida, será aprender a pronunciar o nome corretamente da cidade. Saiba mais em: publications.gov.sk.ca.

5- Tristan da Cunha (Reino Unido)

tristan-da-cunha-reino-unido

Tristan da Cunha é a mais remota ilha habitada do mundo. Fica no meio do oceano Atlântico, entre a África e a América do Sul.

A paradisíaca ilha – território ultramarino britânico – tem apenas 267 habitantes e possui uma única rua pavimentada. O salário: £ 25 mil por ano e transporte a casa para morar. Mais informações: www.tristandc.com/jobs.php (em inglês).

6 – Detroit (EUA)

detroit-eua

Em 2013, a cidade de Detroit, no Estado de Michigan, decretou falência em consequências da profunda crise industrial que atravessa há uma década. A cidade perdeu 60% de sua população desde os anos 50, cerca de 700 mil habitantes, e entre 2000 e 2010 viveu a saída de um quarto de seus moradores, tendo regiões inteiras transformadas em bairros fantasmas.

Recentemente Detroit criou um programa de incentivos que para trazer pessoas para morar e trabalhar no município.

Batizado de “Detroit Live Downtown”, o programa oferece subsídio de US$ 2,5 mil no primeiro ano e depois de US$ 1 mil no segundo ano, além de um empréstimo de US$ 20 mil para comprar de uma casa. Saiba mais em: www.detroitlivedowntown.org.

7- Niagara Falls (Estados Unidos)

niagara-falls-estados-unidos

Apesar de receber milhares de turistas todos os anos, essa cidade na fronteira com o Canadá, sofre um sério problema de déficit populacional. Para reverte o êxodo e atrair estudantes, o governo local oferece até US$ 3,4 mil para quem for morar lá. Saiba mais em: www.live-nf.com (em inglês).

8- Utrecht (Holanda)

utrecht-holanda

A cidade holandesa não sofre com a debandada da população. O incentivo de € 900 é para quem mora na cidade e faz parte de um estudo que vai observar como é a produtividade de indivíduos que recebem incentivos econômicos do governo sem precisarem trabalhar. Leia mais aqui (em inglês).

9- Miyakejima Island (Japão)

miyakejima-island-japao

Esta é para quem gosta de adrenalina e esteja disposto a se aventurar. A ilha concentra a maior quantidade de gás sulfúrico no mundo. Por lá, é impossível viver sem uma máscara de oxigênio. O governo japonês decidiu pagar para quem topasse morar na ilha e fazer parte de um estudo que irá investigar os efeitos do gás no ser humano. Tem coragem?

10- Camden (Canadá)

camden-canada

Em uma tentativa de reativar sua economia, a cidade de Camden dá 2,8 hectares de terra para empreendedores que geram 24 ou mais postos de trabalho na cidade. Saiba mais aqui(em inglês)

 

via.

Deixe uma resposta