Governo Federal também poderá cobrar “taxa cultural” sobre games

Governo Federal também poderá cobrar “taxa cultural” sobre games

Ontem soubemos que o Governo Federal quer que a Netflix e outros serviços de streaming paguem a Contribuição para o Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica Nacional (Condecine). Pelo visto os jogos eletrônicos também estão na mira.

Segundo o UOL, a indústria de games também deve receber a taxa da Condecine no futuro, uma vez que jogos eletrônicos também são produtos audiovisuais, de acordo com a Ancine:

A importância do setor de jogos, assim como os demais setores da indústria audiovisual, não se resume ao tamanho de sua economia, ainda que esta seja forte indicador de sua capacidade de geração de emprego e renda.

Ainda segundo a coluna, o comunicado da Ancine afirma que “O jogo eletrônico também é um campo rico em produção cultural”. Em dezembro, a agência também publicou uma nota de “Consulta Pública de Análise do Impacto Regulatório” que também destacou o poder econômico do setor:

Uma tendência mundial que vem se tornando predominante ao longo dos últimos anos é o crescimento acelerado dos recursos movimentado pelos jogos online, que passaram de aproximadamente U$ 8 bilhões em 2007 para U$ 28 bilhões em 2015.

Por enquanto ainda não há estimativa de porcentagem ou de valor a ser cobrado do setor nem previsão de data para a implementação da taxa.

 

via.

Deixe uma resposta